Arquivo da tag: Marketing

Dolly tenta “imitar” Fábrica da Felicidade da Coca-Cola?

Comercial Dolly Novo -2012 Não me lembro bem mas deve ser o terceiro ou quarto post neste blog cujo assunto é o Guaraná Dolly e suas estratégias de comunicação, com seu “maldito” mascote Dollynho  mais uma vez esse “petzinho” (mini garrafa PET) chamou minha atenção em mais uma das versões dos filmes publicitários veiculados nos meios de comunicação essa semana.

Na nova versão que mais parece uma compilação de diversos outros comerciais, o personagem principal Dollynho sobe numa espécie de moto voadora do futuro, onde primeiramente vai para o Amazonas pegar a matéria prima até chegar na fábrica, aliás essa parte que ficou muito semelhante ao clássico filme da Coca Cola, na campanha “Fábrica da Felicidade” de 2008 a empresa cria um pequeno filme contando uma fábula de como é o funcionamento de uma máquina de Coca-Cola.

 

Bom coincidências ou não o fato é que pelo menos a  ideia ficou bem parecida, pois na produção há enormes diferenças!

Fábrica da Felicidade - Coca Cola 2008

Assista também os vídeos das duas campanhas!


Manual Básico de Formulação de Pesquisa com Google Docs

Faça o download (PDF) do manual básico de formulação de Pesquisa utilizando o Google Docs

Técnico em Administração – Gestão de Marketing I

Como formular Pesquisa Google Docs


Menos Luíza que está no Canadá!!!

Utilizando o twiter hoje  me deparo com uma informação que chamou minha atenção, a “Luíza” está nos TT’s Brasil (Trending Topics), caramba quem é Luíza? porque ela está no Canadá? pesquisando sobre o assunto descubro que se trata de um comercial veiculado na televisão Paraibana sobre o lançamento de um prédio.

Luíza que obviamente não pode comparecer pois está no Canadá (Divulgação)

O comercial de lançamento do empreendimento imobiliário  mostra um testemunhal comum e sem teoricamente nenhuma criatividade, porém o que gerou tanta repercussão e tantos comentários nas redes sociais  foi uma frase dita no filme: “Menos Luíza que está no Canadá”.

Confira o comercial da Paraíba

Gerardo Rabello colunista social de João Pessoa e pai de Luíza  fala sobre o empreendimento e em determinado momento ele cita que o sucesso do prédio é tão grande que ele convocou toda a família para falar sobre o lançamento, menos Luíza, de 17 anos, que está no Canadá, fazendo intercâmbio.

Menos de 24 horas após a veiculação da propaganda, na quarta-feira (11), o assunto ficou entre os 10 mais comentados do Twitter em todo o país com a hashtag #LuizaEstanoCanada, além de inúmeras montagens que foram veiculadas no Facebook e músicas e brincadeiras sobre o fato da Luíza estar no Canadá.

Segundo entrevistas para os meios de comunicação locais, a família se reuniu e achou melhor antecipar a volta dela para o Brasil. Ela vai chegar ao país ainda esta semana e precisa ficar amparada pela família neste momento. Eu não imaginava que um simples comercial pudesse ter toda esta repercussão. Só queremos ficar do lado dela”, disse Gerardo.

Essa informação sem a menor importância e um tanto fútil que lembra muito o vídeo da Marilac e seus “Bons Drink” causou muita mídia espontânea e divulgação gratuita do empreendimento imobiliário.

Abaixo um dos diversos vídeos e músicas com a sátira desde comercial

Afinal de você gostou desse post, curta, compartilhe, comente, menos é claro a Luíza que está no Canadá!


KISS! Marketing e Rock n’Roll

Há quase 40 anos fazendo do Rock n’ Roll uma excelente estratégia de marketing.

A banda na turnê Alive 35

Quando comprei meu primeiro CD do Kiss em 1998  (Psycho Circus – Importado) uma coisa me chamou atenção primeiro uma capa com efeitos de imagem, mas principalmente um encarte totalmente “vendível”, sim além das informações tradicionais de um encarte de CD um catálogo para venda de produtos que além das tradicionais camisetas e jaquetas, para livros, almofadas, e até moedas, conhecendo mais a banda percebi que este fato era normal pros discos.

Para os que desconhecem a banda, ou melhor, neste caso a marca, o KISS é uma banda americana de hard rock, ou para alguns heavy metal dos anos 70, que abusam do visual e efeitos especiais em seus shows para conquistar fãs ou consumidores ao redor do mundo, devido a isso o KISS também conquistou alguns desafetos entre os fãs de rock n’ roll, levando ao pé da letra a expressão 8 ou 80, ou você ama ou você odeia, já que muitos consideram esse exagero de produção com uma forma de disfarçar alguma incompetência musical.

Críticas e elogios musicais a parte outro ponto chama a atenção na banda, em uma entrevista quando indagado do excesso de produtos licenciados do KISS o baixista Gene Simmmos respondeu: “Quanto mais dinheiro eu ganhar, melhor. Não estamos forçando ninguém a comprar nada. Se os fãs querem, o que podemos fazer senão satisfazer seus desejos?”.

Desde a sua fundação nos anos 70, a banda foi criada como uma marca, com estratégias de marketing e com um amplo estudo de mercado e de concorrência , desde a escolha de personagens como músicos, o segredo de suas identidades por mais de dez anos, roupas estilizadas como super heróis, logomarca e shows pirotécnicos jamais conhecidos antes, tudo isso ajudou no sucesso mundial do Kiss.

Capa da edição da revista Playboy com o KISS

Alguns fatos mostram que o marketing sempre fez parte do passado e o presente da banda, como no inicio em meados dos anos 70 quando o quarteto ainda desconhecido alugou uma limusine para parecer importante e causar mídia espontânea, em outro caso um princípio de marketing de guerrilha, como revelou Gene Simmons sobre o primeiro grande show do KISS anos mais tarde: “Lotamos toda a primeira fila com camisetas feitas em casa, que continham o logotipo do KISS. Então, quando as pessoas entravam no clube e viam vários fãs vestidos com camisetas da banda, pensavam: – Esta banda deve ser importante”.

Anos mais tarde o KISS inovou mais uma vez colocando mais um conceito de marketing no segmento musical criando um slogan, reforçando o conhecimento de marca sendo executado no início de cada apresentação, um mestre de cerimônias grita a seguinte frase: “You Wanted the Best and You Got the Best. The Hottest Band in the World, KISS!”.

Paul Stanley, Gene Simmons, Peter Criss e Ace Frehley não estavam contentes ainda, inovariam mais uma vez, agora fazendo parcerias com empresas para o lançamento de novos produtos fora do segmento musical, uma parceria com a Marvel lançou a revista em quadrinhos da banda, transformando os membros da banda em super-heróis, o destaque foi que as primeiras trezentas cópias da revista continham sangue dos próprios músicos misturado com a tinta utilizada na impressão, conquistando mais ainda os loucos fãs da banda e tornando a marca ainda mais conhecida, um pouco antes também é fundado o KISS ARMY (exército do Kiss) um fã clube mundial, responsável pela criação de diversos materiais que ajudariam na popularização do grupo.

Caixões personalizados da banda

Esse “exército” junto a banda realizaram mais um feito inédito e extremamente vantajoso mercadologicamente para a banda o KISS CONVENTIONS uma espécie de congresso em que os fãs trocavam informações, fotos, revistas, camisetas, e outros produtos,  além de uma apresentação acústica da banda onde o público escolhia o repertório é claro.

Nos anos 80 sem a formação original e depois de alguns fracassos musicais o quarteto tenta uma nova estratégia de comunicação tirando as tradicionais máscaras tentando retomar a fama de antes sem muito sucesso, já nos anos 90 a banda volta com tudo para os fãs e principalmente para o marketing, diversas decisões e estratégias foram tomadas, a primeira foi a volta da formação original, a volta das tradicionais máscaras e fantasias, e uma infinita inovação tecnológica em shows. No tão aguardado Psycho Circus de 1998 (já citado nesse artigo) a banda inovaria mais uma vez utilizando efeitos em 3D nos shows e materiais de divulgação arrecadando milhões de dólares, pensando que acabou? outro fato de destaque foi o lançamento de uma edição da revista Playboy do KISS, onde o quarteto vestido saiu ao lado de diversas mulheres nuas pintadas com as máscaras dos integrantes.

Camisinha KISS

Atualmente o KISS além dos seus shows com efeitos 3D, fogos de artifício, explosões, sangue, etc, conta com diversos produtos licenciados como as tradicionais camisetas, mas também com carros, bonecos, revistas em quadrinhos, e até preservativos e caixões.

Mais do que uma excelente banda de rock, o KISS é uma excelente marca que explora com muita competência diversas estratégias de marketing a fim de lucrar e deixar feliz seus milhões de consumidores, digo fãs.

 

 

 


Ipiranga Km de Vantagens…. é Marketing????

Rede de postos inova com filme mostrando um inusitado estudo de mercado.

Há alguns dias me deparei com um comercial simples, porém que me chamou muita atenção.

Intitulado de Galinha D’angola o comercial faz parte da série de comercial da campanha Km de Vantagens (programa de fidelidade) dos postos Ipiranga.

Com um jeito irreverente o filme mostra uma pesquisa de mercado, e uma análise de concorrência de um jeito muito incomum, vale a pena assistir.

Confira o vídeo abaixo


Brahma lança lata que vira copo – Brahma Copaço

Criado pela Agência Africa nova lata promete mudar todo o mercado de cervejas.

Brahma Copaço - Divulgação: Ag. Africa

Recentemente um amigo me perguntou: – Nossa a parte de cima da lata da Brahma mudou? 

Na verdade não identifiquei o porque sobre essa primeira mudança na lata, mas agora está explicado.

Brahma lançará em setembro a mais nova versão de seu principal produto. Trata-se do Brahma Copaço, uma lata de cerveja de 350 ml que, após retirado o lacre, se transforma em copo, com a abertura total da tampa, a nova embalagem foi criada após uma pesquisa com 2,5 mil consumidores, revelou a fabricante. Como resultado, descobriram que o público gostaria de poder ver a espuma e sentir o cheiro da bebida, como quando no copo, mas ao mesmo tempo ter a conveniência da lata.

O ponto forte do lançamento não é só a alteração na embalagem do produto mas também a comunicação, com a criação assinada pela agência África, as peças publicitárias serão a partir do casamento real inglês, configurando a relação de união entre a lata e o copo.  também prepara imagens marcantes do relacionamento, como a “gravidez” da lata, focando também a internacionalização da marca.

 


Revista Playboy lança sua primeira edição regional

 

Capa da edição regional

Não é de hoje que as empresas utilizam a analise dos macroambientes para o embasamento de decisões em marketing, analisando esses ambientes normalmente temos problemas em pesquisar sobre o ambiente sócio cultural, já que vivemos em um país “continental” com diversos costumes diferentes decorrentes de um país com enorme extensão teritorial.

A Playboy percebendo isso lança sua primeira edição regional, uma edição exclusiva para as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

Com 50 páginas, além das quatro capas, a nova publicação tem como objetivo aumentar a proximidade com leitores dessas regiões, atendendo assim o mercado desses locais.  A capa trará as dançarinas da banda Aviões do Forró, Dan Cavalcanti, Daiane Lopez e Rosy Sill. As fotos do trio, que posa nu pela primeira vez, foram realizadas no Hangar de Viracopos, sob as lentes do fotógrafo Marlos Bakker.

 


Pônei Maldito – Nissan Frontier aposta no Marketing Viral e Redes Sociais

Não é de hoje que a Nissan aposta na fórmula norte americana de fazer campanhas publicitárias, atacando a fazendo comparações descaradas entre seus produtos e a concorrência, porém no Brasil esse tipo de campanha nunca foi bem aceita pelos consumidores e pelo Conar (Conselho nacional de autorregulamentação publicitária).

Desta vez na campanha do Frontier sem “atacar” nenhum concorrente a Nissan aposta na fórmula carro masculino = “campanha de macho” apostando no humor, resultado uma excelente campanha com um forte apelo popular agradando não só o target do Frontier como todo o mercado de um modo geral.

Ponto positivo da campanha foi o lançamento simultâneo da campanha da TV na web, com a utilização de Marketing Viral e redes sociais potencializando ainda mais a mensagem da marca.

Confira o site: http://www.maldicaodoponei.com.br

veja o vídeo completo Viral


“Eduardo e Mônica – O Filme” Campanha Vivo Dia dos Namorados

Vídeo divulgado pela empresa de telefonia móvel emociona milhões de  pessoas que viveram nas décadas de 80 e 90

Dia dos namorados chegando e com isso uma grande oportunidade de vender planos, pacotes ,promoções ou mesmo divulgar uma operadora de celular, foi com essa intenção que a Vivo lançou recentemente nas redes sociais o vídeo “Eduardo e Mônica – O Filme”, com o sucesso da Legião Urbana dos anos 80 e direção de Fernando Meirelles (Cidade de Deus).

O vídeo, da agência África, com produção da O2, de Fernando Meirelles, já alcançou milhões de visualizações no YouTube. A ideia da Vivo foi divulgar o “videoclipe filme” nas vésperas do Dia dos Namorados, mostrando o “casal de namorados mais famoso do Brasil”. A Vivo divulgou a novidade em suas contas de Facebook, Twitter e YouTube.

A Vivo está com a campanha “Amor, conexão e transformação” e investiu no vídeo com duração de quatro minutos para divulgação na Internet. Também haverá campanha em algumas salas de cinema, durante a semana do Dia dos Namorados.

O vídeo mostra Eduardo e Mônica no cenário atual, como um casal que utiliza a conexão para se aproximar, com tablets e celulares. A música “Eduardo e Mônica” não tinha um videoclipe próprio.

Gostando de Legião Urbana ou não o vídeo de mais de 4 minutos incomum para um vídeo de internet é um grande sucesso e está emocionando milhões de jovens (principal target da Vivo).

Assista o vídeo abaixo


Branding: As 100 marcas mais valiosas do mundo

Ranking da Brandz que reúne empresas bilionárias.